Artigos
Comentários

Fale comigo

archive

O Google Adsense é um grande Portal de notícias sobre saúde, etc...

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

MATADOR DE ELEMENTOS PATOGENICOS DO SEU CORPO

Um Matador de Elementos Patogênicos

USE CONTRA A GRIPE A H1N1

As pesquisas revelam que o dióxido de cloro é muito mais seguro que o cloro, por ser seletivo com os elementos patogênicos quando usado na água. Ainda mais, ele não forma compostos prejudiciais com outros elementos da água, como faz o cloro. Numerosos estudos científicos demonstraram que o cloro – pertencente à família dos elementos halogênios – cria pelo menos três compostos carcinogênicos quando entra no corpo, principalmente trialometanos (THMs). Não se tem encontrado a evidência de tais elementos prejudiciais sendo produzidos pelo dióxido de cloro.
Isto é porquê, em 1999, a Sociedade Americana de Químicos Analíticos, proclamou o dióxido de cloro como sendo o eliminador de elementos patogênicos mais poderoso, conhecido pelo homem. Foi até usado para limpeza após os ataques com antraz.

Uma Viagem na Alquimia Química

Uma vez introduzido na corrente sanguínea, o dióxido de cloro desenvolve uma receptividade energética de quatro elétrons quando se aproxima de alguma célula com nível de PH abaixo de 7. Isto significa que as células enfermas são vaporizadas (oxidadas) enquanto as células saudáveis permanecem não afetadas.

Eis aqui como acontece.

As células vermelhas do sangue que normalmente transportam o oxigênio através do corpo, não diferenciam entre oxigênio e dióxido de cloro. Portanto após a ingestão da solução do MMS/ dióxido de cloro, as células vermelhas levam os íons de dióxido de cloro que ficam depositados na parede estomacal onde normalmente se juntam os nutrientes de vários tipos antes de partirem para as diversas partes do corpo.

Então, quando as células vermelhas do sangue, armadas com dióxido de cloro, encontram parasitas, fungos, ou células enfermas cujo nível de PH é baixo e sua carga iônica é positiva, os “alienígenas” são destruídos junto com o íon de dióxido de cloro. Se tais encontros não se produzirem, o dióxido de cloro será levado até um ponto no organismo onde o oxigênio normalmente oxida as toxinas e outros agentes prejudiciais.

Se o dióxido de cloro não encontrar nada que o detone, ele se deteriorará, perdendo portanto, um elétron ou dois. Isto pode permitir que se combine com um substancia muito importante que o sistema imunológico usa para produzir ácido hipocloroso. Este composto mata elemento patogênicos, células mortais e até mesmo células cancerígenas. O ácido hipocloroso é tão importante que a redução de sua presença no organismo é classificada em termos médicos como deficiência de mieloperoxidase. Muitas pessoas são afetadas por esta doença. O sistema imunológico necessita de muito mais ácido hipocloroso quando a doença está presente. Fornecido pela solução do MMS, o dióxido de cloro gera-o em quantidade, assim como cloreto de magnésio, mas isso é uma outra parte de discussão sobre a saúde.

O ponto mais importante a saber, é que o dióxido de cloro tem 100 vezes mais energia do que normalmente o oxigênio, e ainda assim, sem prejudicar as células saudáveis.

A propósito, se você estiver totalmente saudável e não tiver nada em seu corpo com nível de acidez abaixo de 7, não haverá efeitos negativos ao usar o dióxido de cloro. Entretanto, seus níveis de ácido hipocloroso crescerão.

O MMS funciona melhor para destruir elementos patogênicos quando houver 2 ou 3 mg de dióxido de cloro livres na solução, no momento em que esta é ingerida.

Entretanto, o organismo é suprido com dióxido do cloro em forma de liberação lenta que dura cerca de 12 horas. Esteja ciente que antes de sentir-se melhor, é provável que se sinta mal.

Porquê Devo Sentir-me Doente?

A sensação de náusea que você poderá experimentar seria o resultado do dióxido de cloro encontrando, desalojando – daí a sensação de mal estar – e então destruindo os elementos patogênicos encontrados.

Geralmente ignoramos os elementos patogênicos que são introduzidos em nosso corpo, especialmente depois destes terem sido alojados nos tecidos de vários órgãos. Uma vez que eles se desenvolvem ao longo do tempo, geralmente afetam nossa saúde lentamente e cumulativamente.

No entanto, o dióxido de cloro retira-os de repente, o que pode resultar numa reação forte.. Contudo, isso passa em muito menos tempo do que levou a acumulação das toxinas e elementos patogênicos.

Quando o dióxido de cloro entra em ação, os elementos patogênicos desprovidos de elétrons deixam de existir.

Por exemplo, quase sempre nos sentimos mal nos casos de hepatite porque o fígado é levado a expulsar as toxinas armazenadas, que são então destruídas por um exército de glóbulos vermelhos contendo dióxido de cloro. É realmente incontestável. Mas não é algo tão agudo como uma hepatite.

Anos de “chupar” as amálgamas dentárias pode depositar “inocentemente” bastante mercúrio em nosso sistema para roubar nossa energia, simplicidade e apagar memórias preciosas. Desalojá-lo e vaporizá-lo causará desconforto por um período reduzido de tempo comparado com o que levou a acumulá-lo.

Se você se sentir doente ao tomar esta fórmula, saiba que sua saúde e vitalidade o esperam “do outro lado” da sensação de mal estar.

Se o dióxido de cloro não tiver “encontros imediatos” com elementos patogênicos, ele se deteriora em componentes que são totalmente inócuos. Nenhum resíduo tóxico permanece, como no caso de muitas fórmulas médicas. Os tratamentos médicos atualmente não lhe trazem uma forma de eliminar as toxinas quando estas não funcionam. Você é deixado num território estranho e num estado doentio, sem o caminho de volta para a saúde. Por outro lado, o dióxido de cloro da Natureza, dura o tempo suficiente para fazer seu efeito e então o que não fornecer íons necessários ao sistema imunológico se transforma em nada mais do que pequenas quantidades de sal e água.

O dióxido de cloro tem apenas poucos minutos para fazer sua função, deixando de existir sem deixar nada que se acumule ou prejudique.

O Procedimento

Portanto, o procedimento é simples. Tudo o que você necessita é de uma garrafa de MMS, dum copo seco e limpo, um conta-gotas e um ativador (vinagre, suco de limão ou ácido cítrico). O seguinte procedimento é retirado diretamente da página de Jim Humble:
http://www.miraclemineral.org

Qual é o Protocolo Normal do MMS?

Nota: Ao executar as instruções abaixo, tenha este parágrafo em mente. Ative sempre as gotas de MMS com um dos ácidos alimentares, sejam gotas de limão, de lima, ou gotas de solução de ácido cítrico (Para fazer a solução de ácido cítrico, adicione uma colher de sopa de ácido cítrico a dez colheres de sopa de água. Guarde em garrafa ou frasco com tampa). Use sempre 5 gotas de um destes ácidos alimentares para cada gota de MMS, misture num copo limpo e seco e espere pelo menos 3 minutos, então junte de 1/3 a 2/3 de copo de água ou suco de fruta e beba. (Você pode aumentar de 3 para 10 minutos e após adicionar a água ou suco e pode esperar até uma hora para beber.)

1-Todas as receitas para tomar o MMS nas Américas, começam com 1 ou 2 gotas. Nunca comece com mais de 1 ou 2 gotas. As pessoas que estão muito doentes ou sensíveis deveriam começar com ½ gota. Ative as gotas conforme explicado acima.

2- Se você não sentir náuseas na primeira dose, aumente uma gota na segunda dose. Se sentir náuseas, reduza a quantidade de MMS na próxima dose. Tome duas doses por dia, uma de manhã e outra à noite. Continue a aumentar uma gota a cada vez que tomar uma nova dose. Quando sentir náuseas, reduza uma gota na próxima dose, ou se for diarréia reduza 2 ou 3 gotas. Geralmente reduza uma ou duas vezes antes de voltar à quantidade que levou você a sentir as náuseas. Nota: Se tiver diarréia, ou mesmo vômitos, isso não é mau sinal. O corpo está simplesmente eliminando toxinas e purificando-se. Todos dizem sentir-se muito melhor depois que passa a diarréia. Você não precisa tomar nenhum remédio para a diarréia. Ela sumirá tão rapidamente como surgiu. Ela não durará. Não é uma verdadeira diarréia porque o corpo está apenas limpando-se e ela não é causada por vírus ou bactérias. Quando as toxinas tiverem saído, também a diarréia terá desaparecido.

3- Continue a seguir o procedimento acima no nº 2, até alcançar 15 gotas duas vezes por dia. Nesse ponto, aumente para 3 vezes ao dia. Fique com 3 vezes ao dia por pelo menos uma semana e depois reduza as gotas para 4 ou 6 gotas por dia para pessoas mais velhas, e 4 a 6 gotas duas vezes ao dia em pessoas mais jovens.

Nota: Uma vez que tenha completado a fase 3 acima, a maioria da carga de bactérias, vírus, mofo e fermentos, terá desaparecido de seu corpo. Seu corpo estará purificado. Você não terá mais que se preocupar com alimentar a carga de micro-organismos. Poderá basear sua dieta em nutrição em vez de evitar alimentar essa carga. A diabetes terá desaparecido, portanto não terá de se preocupar com o açúcar. Não terá de se preocupar com a reação do pâncreas, dando-lhe um choque de insulina. Ao invés, ele lhe dará apenas a insulina suficiente para baixar o nível de açúcar no sangue à posição adequada (você não mais se sentirá com sono após comer um doce). Seu corpo será capaz de absorver facilmente as vitaminas e minerais, assim como muitos outros nutrientes que lhe tenham faltado até o momento. Você deverá sentir-se melhor com o passar do tempo. Não deixe de tomar o MMS.


A Solução-saudável Não Será Televisada!

USE CONTRA A GRIPE SUINA , A PANDEMIA PODE SER ESTANCADA!

PREVENÇÃO É MELHOR QUE CURA!

0 comentários:

Postar um comentário | Feed



Pesquisa personalizada

Ganhe dinheiro por pesquisar no Wibi!

 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License